terça-feira, 24 de novembro de 2009

Professor – Jô Soares

O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!



É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia".
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um "Caxias".
Precisa faltar, é um "turista".
Conversa com os outros professores, está "malhando" os alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não sabe se impor.
A prova é longa, não dá tempo
A prova é curta, tira as chances do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala corretamente, ninguém entende.
Fala a "língua" do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é reprovado, é perseguição.
O aluno é aprovado, deu "mole".
É o professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele.

3 comentários:

valeria_saes disse...

Fá, o seu blog está maravilhoso. Amei.
Fico feliz de ter a oportunidade de aprender tantas coisas boas e muitas colocarei em prática neste próximo ano...Como é bom ensinar e aprender, como é bom ter alguém como você. Como é bom ter a esperança de um mundo melhor onde todos pudessem ter o direito à Educação. Educação esta que transforma em um conjunto onde podemos compartilhar conteúdos, mas, sobretudo valores,princípios e ética. Adorei estar aqui. Com carinho, de sua prima que muito te ama, Vavá.

valeria_saes disse...

" Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." Cora Carolina
Um beijo, Vavá

Sininho disse...

Vavá te amo hoje e sempre....
O ano que vem, vamos aprender juntas, compartilhar e ensinar juntas!!!!!
Beijos

Postar um comentário